Archive for julho \29\UTC 2009

Objetivos da Associação Mundial dos Exorcistas- Brasil

julho 29, 2009

Objetivos da Associação À Associação tem como um grande objetivo resgatar esta Pastoral do exorcismo que estava desaparecendo na Igreja, podemos dizer esquecida, sabemos que no começo a Igreja como nos retrata o evangelho de marcos(Mc 16,17) ; “em meu nome expulsarão demônios”, aqueles que acreditarem, foi o suficiente para uma pastoral completa de cura e libertação nos primeiros século do cristianismo. Todo cristão era exorcista, tinha este poder baseado na fé em Cristo. Temos diversos testemunhos de Justino, Tertuliano, Origenes. Depois começaram a multiplicar as formas do exorcismo. Entretanto, as autoridade eclesiástica começaram a regular as regras, confiando os casos mais graves a pessoas qualificadas (Bispos, depois padres autorizados), e multiplicando os sacramentais colocando à disposição de todos, para os casos menos graves para que os leigos também pudessem ajudar na libertação. Com o passar dos anos, muitas dioceses aboliram esta pastoral, em alguns casos pelos bispos não abordarem tal assunto como uma pastoral ordinária da diocese e outro fator faz com que muitos padres não estejam dispostos, nem preparados para assumir tal cargo. O direito Canônico pedem que os Párocos atendem estas famílias e as pessoas individualmente(can. 259). Qual que mais aflige hoje nossas famílias ? Se pesquisarmos a resposta será sem dúvida o mal ( o qual chamamos de demônio), não queremos ser simplistas de querer culpa-lo por tudo, estamos falando de um bom discernimento de situações concretas. Não se trata aqui apenas regras iniciais de exorcismo. É preciso dar um ênfase em toda a pastoral de exorcismo , Cura e Libertação, não apenas considerando os casos de possessões. Nos os exorcistas, ocupamo-nos, na prática, mas de ver todos os casos em que verificamos uma intervenção maligna(satânica), que existe uma gradativa escala a começar pela contaminação, obsessão, depois a opressão e a possessão. Isto vale do princípio “natura nom facit saltus”( a natureza não dá saltos, mas progride lentamente), assim é com maligno. Antes mesmo do exorcismo propriamente dito, existe entre a situação de uma contaminação até a possessão um longo caminho, então entre o exorcismo e uma oração para libertação do qual chamamos de pequenos exorcismo(mas a Igreja sabiamente pede que se chame oração de libertação) existe também um caminho a percorrer. Sabemos antemão que a função do exorcista é libertar a pessoa da possessão, mas em todos os outros casos podemos usar de outros meios para isto: oração( pequenos exorcismo), renuncias das partições com o mal, orações de libertações, sacramento da confissão, da unção dos enfermos, sacramentais ( água benta(exorcizada), sal, óleos, a cruz), mesmo uma catequese, ou mesmo uma experiência de oração, o batismo no Espírito Santo, etc e são grandes as eficácias nestas situações, de resultados maravilhosos. O assunto é demasiadamente vasto para ser deixado a mercê de iniciativas pessoais sem nenhuma disposição precisa, até mesmo a Congregação para Doutrina da Fé enviou aos Bispos em 29 de Setembro 1985 uma carta do Cardeal Suenens retratando o assunto, mas sem resolver muitas questões, deixando fundamentalmente as disposições em vigor, dando uma confirmação que fica claro a autoridade do bispo com relação ao exorcismo e a pessoa autorizada por ele no ministério e apresentando uma sugestão que tudo seja bem claro, entre outras coisas, é preciso fixar um terminologia e estabelecer claramente a distinção entre oração de libertação e exorcismo e que dentro do ministério do possa ser ajudado por leigos, ficou claro que fica proibida as orações de exorcismo pelos leigos, mesmo que seja a oração de Leão X111 que esta muito espalhada nos grupos de orações e em muitos livros. Cabe ao leigos as orações de renúncias e o que chamamos de orações de libertações e o uso de sacramentais( água e sal abençoado(exorcizada), a cruz e dependendo da diocese o óleo abençoado) e também as orações que contém no ritual de exorcismo para os leigos rezarem. Já havia uma proposta do Padre La Grua que completava a mesma idéia; “cada diocese, o bispo deveria por ao lado do exorcista um grupo de discernimento composto por três ou quatro pessoas, incluindo médico, psicólogo e leigos conhecedores do assunto de libertação. Toda a pessoa suspeita deveriam ser trazidos este grupo que, depois do exame conveniente, encaminharia o paciente para o médico, psicólogo, exorcista ou grupo de oração . A libertação seria integrada portanto no plano normal da Pastoral dos doentes. Daí seguiria uma terapia bem articulada envolvendo os seguintes pontos: evangelização, prática guiada dos sacramentos ( batismo, penitência, eucaristia, unção dos enfermos, matrimônio), participação regular da missa, no grupo de oração ou alguma pastoral. O problema, portanto, não é só aumentar o número de exorcista e dar-lhe meios para se prepararem para que possam exercer corretamente este ministério, não podemos ficar parados neste padres pontos, estarmos abertos a outras temáticas, sabendo que não podemos ficarmos “dormindo”, enquanto o demônio não para a suas atividades . O grande objetivo é renovar nos bispos , Padres e nos leigos, já sabemos que muitos Bispos, Padre e Leigos tem esta consciência, mas falta muito a ainda sensibilidade para este problemas da libertação do povo das forças malignas.

Anúncios

Um Pouco da História

julho 19, 2009

 

 Um Pouco da história da Associação

 Falando da história da Associação Mundial dos Exorcistas, é falar do trabalho incansável dos exorcista e das dificuldades de exercer este ministério. Este ministério que tem como o grande exorcista o próprio “ Jesus Cristo”, que deu aos seus discípulos o poder de expulsar os demônios; “Ide antes às ovelhas, que se perderam da casa de Israel. Por onde andardes anunciai que o Reino de Deus está próximo. Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça daí !”(Mt 10,6-8). Isto é um mandato do Senhor e o que fazemos é obedecer.

Este tema do exorcismo, embora pareça alarmante, chame muito a atenção das pessoas, muitas vezes assusta, quando se trata deste assunto, mas é um ministério da extrema caridade e compaixão dos que sofrem com a perseguição do maligno. Parece um exagero ! Como o satanismo progride hoje em nosso mundo, caminha a passos largos, com todas as formas de expressões e simbolismo.

O exorcismo, embora não seja o único, é um dos elementos da Sagrada Escritura, tratado na Tradição da Igreja e Magistério Eclesiástico, expresso na teologia e na liturgia, bem como algumas catequeses papais: Paulo V1( Audiência de 15/11/1972) e João Paulo 11(1986) e no Catecismo da Igreja Católica (1993 Can. 1673).

O Papa Leão X111 entrou no século XX ainda apavorado pela visão que tivera da presença diabólica em Roma. desde 1986, mandara a todos os Bispos rezar a oração de São Miguel Arcanjo, escrita por ele, como também um exorcismo maior que recomendava a Bispos e Párocos recitar com freqüência nas dioceses e paróquias.

O século do homem sem Deus, anunciado por Nietzsche, transformou-se no de Satanás, implantação total do mistério da Iniquidade que esta cada dia mais sólido em nosso mundo, já no século XX1, hoje contesta a existência dos anjos, a existência de satanás, não se faz mais a oração de S. Miguel Arcanjo, suspende os exorcismo nas Igrejas, mergulha no silêncio o ministério do exorcismo e sua função

Paulo V1 queixa-se da fumaça de Satanás dentro do templo, não a fumaça mas, penetrando por inteiro hoje. Quem vai expulsa-lo das nossas Igrejas, das nossas residências, nossas paroquias, centros comunitários, seminários e universidades, nunciaturas, da ONU, Parlamentos, Cúrias, Santuários, dos senados e das Câmaras legislativas, Palácios do Governo e da Justiça, dos bancos e das bolsas, dos meios de Comunicação, das escolas e hospitais, das consciências de todos nós ?

Nos sabemos que os poderes do inferno não prevalecerão contra a Igreja, é certo. Mas o Senhor prediz o obscurecimento da fé, o esfriamento da caridade. Nós precisamos urgente de exorcismo e voltar a dar ênfase para este contexto tão esquecido hoje nas nossas igrejas e dioceses.

Para muitos cristãos, teólogos e eclesiásticos, o demônio não existe. Seria apenas a personalização simbólica de fenômenos obscuros, psiquiátricos ou psicológicos em vias de explicação científica.

Para outros, pelo contrário, o demônio exerce um fascínio, tem lugar na publicidade, fala-se de seu poder. Missas negras e seitas satânicas se multiplicam no mundo, várias pessoas falam de pacto feitos, das sua vantagem, das carreiras brilhantes de cantores de rock, conseguidas graça a satanás, lógico que um preço alto a ser pago, pois o demônio não tem amigos, só tem escravos, mas se disto nos desenhos animados para crianças, apresentando um demônio que só faz o bem, até um literatura de que o único inimigo do demônio é a Igreja Católica, foi ela que inventou tudo isso.

São grande o número de jovens e velhos que fazem um experiência com as coisas ocultas do demônio, assim buscam sem um profundo conhecimento bíblico ou literário e eclisiológico neste gênero da feitiçaria, bruxaria, do espiritismo, vodu, candomblé, religiões orientais voltadas para o reencarnacionismo, as videntes, muitos tornam prisioneiros do demônios, mesmo possessos, sem dar conta do que lhe acontece, e até desconhecendo o exorcismo para o libertar, por isso continuam escravos do maligno e levando até outras pessoas a se contaminarem.

Mesmo os livros que falam do demônio, descrevem um literatura adversa, contextual mística e vazia de sentidos, ou mesmo pejorativa. Isto cria no coração das pessoas um vazio de informações necessárias para seu discernimento espiritual.

 

 

 

 

Exorcistas e Psiquiatras ou Psicólogos

Jamais os exorcista querem sobrepor qualquer classe médica, como todo exorcista sério, trabalha com a colaboração deles. Muitas vezes seu trabalho começa precisamente quando as técnicas médicas e psiquiátricas mostram ineficaz, tanto no nível de diagnóstico como terapêutico. Num ou outro caso, o discernimento por vezes é difícil, assim usa da terapia em alguns tratamentos e para o exorcista, é confirmado através do exorcismo em que o demônio é expulso, a pessoas volta ao seu estado de normalidade. Hoje grande números de exorcista estudam psicologia, psiquiatria, parapsicologia ou mesmo a medicina. Existe também com alguns exorcistas grupos de trabalhos para a oração de libertação e exorcismo, sendo estes grupos compostos por psicólogos, leigos formados na área de saúde ou mesmo pessoas que tiveram envolvimentos com o ocultismo e são conhecedores deste maléfico.

Então podemos dizer que é observado toda área comportamental das pessoas, seu antropológico, seu sociológico, seu psicológico, dentro deste contexto é feito um bom diagnóstico para se determinar a fazer um exorcismo. Sobre a necessidade do exorcismo vamos explanar melhor em outra pagina deste site.

 

 

 

Conhecendo a Associação

 

Hoje quem a Preside é o Gabriele Amorth, nasceu em Modena na Itália em 1925, formado em direito(jurista) , jornalista, é sacerdote da Pia Sociedade de São Paulo, escritor pela Família Cristiane(Itália) , diretor da revista Madre de Dio, membro da Pontifícia Accademia Marina Internazionale. Exorcista da Diocese de Roma.

Foi aos poucos assumindo sua vocação no sacerdócio que foi tomado de uma direção espantosa, quando foi ajudar Padre Cândido Amontini, exorcista da Diocese de Roma, com mais de 36 anos de experiência, que foi para ele um bom mestre, mas muitas vezes Pe Cândido não chegava para as tarefas do exorcismo pelas mais diversas circunstâncias, o obrigou a iniciar uma grande experiência na prática do exorcismo e no discernimento de sua vocação como homem da libertação do povo sofrido de Deus. Sua vida é gasta com tantas pessoas em perigo, que não tem ajuda ou vivem na ignorância de que existe uma solução para sua libertação maligna. Em todos este anos de trabalho esgotante, exorcizou mais de 10.000 pessoas, das quais mais de 70 eram possessos propriamente ditos.

Pe Gabriele editou diversos livros, no Brasil o mais conhecido editado pelas Paulinas é “Um Exorcista Conta-nos” (1996), este livro muito auxilia quem deseja trilhar este ministério.

 

Outro que faz parte e que é Vice Presidente Frei Rufus Pereira, já neste novo tempo é o atual presidente, este já esteve no Brasil por diversas vezes, dando formação e pregando encontro para cura e libertação. Fez seus estudos em Roma na Pontifícia Universidade Urbana, doutorado em Teologia Bíblica, foi Diretor de quatro Faculdade em Bombay, editor da revista Carisidia (Revista Carismática Católica), diretor do Instituto Bíblico Carismático Católico em Bombay, professor de curso bíblico, diretor de Escola bíblica internacionale e membro Internacional do Serviços da Renovação Carismática(CCRS), na responsabilidade especial para o ministério de Cura e libertação. Tem viajado por diversos países pregando e formando sacerdotes na área de libertação, preparando exorcista e leigos para atuarem no ministério, é um sacerdote incansável no combate contra as força malignas.

No Brasil editou o livro “Jesus Hoje” (Cura e Libertação) , ed. COMDEUS,1997 , este livro nos faz refletir e tomar posse que “Jesus” cura e liberta o seu povo ontem, hoje e sempre. É maravilhoso sentir este poder.

 

Os outros Membros do Conselho , sendo a secretária a Sra Ericka – é da Iugoslávia, ministeriada em cura e libertação, sempre estava ao lado do Frei Rufus em suas viagens pelos diversos países e os outros são os padres espalhados pelo mundo.

Sra Ericka – tem um profundo conhecimento do ocultismo, nas filosofias de reeencarnção, como bruxaria, vodu, candomblé, satanismo, novas seitas demoníacas que estão presente e atuando em nosso meio.

História e Criação

julho 19, 2009

Associação Mundial dos Exorcista

No Brasil

Criada a partir do encontro de preparação para exorcista no Brasil, realizado na Associação do Senhor Jesus em Valinhos _ Sp no ano de 2000.

Neste encontro que foi presidido pelo Vice Presidente da Associação Mundial dos exorcista Padre Rufus Pereira, que em seu desejo ardente em formar padres para este ministério,

esteve aqui pela primeira vez com este objetivo.

Foi um encontro maravilhoso de Segunda a Sexta feira , começando pela 09:00 com orações, pregação de formação, testemunho de sua experiência, uma didática bem contextuada de caso a caso, definindo bem os casos de contaminação, obsessão, opressão e possessão, como também os problemas psicológicos e parapsicólogos, encerrando as vezes as 22:00 com a missa.

Para este encontro foram convidados muitos sacerdotes de todo o Brasil, mas os que aceitaram este desafio foram 52 sacerdotes de diversos lugares do país, pela primeira vez até que foi um bom número e no encerramento desta preparação a convite do Frei Rufus Pereira que fosse criada esta associação aqui e que ela fizesse parte da Associação mundial, do qual é seu Presidente Padre Gabriel Amorth que reside na Itália onde é a sede.

Esta Associação é composta por diversos sacerdotes do mundo inteiro, são padre que se sentem chamados a este ministério, orar pelos que sofrem sob a influência do Maligno, que esta sob o poder de Satanás. É bom saber que as vezes estes padres nem sempre são exorcistas nas suas dioceses, outros sim, são exorcistas e tem autorização do seu Bispo para exercer este ministério.

Neste encontro por escolha votiva ficou definido como membro deliberação desta Associação no Brasil Dom Cristiano Collart – OSB e em contato com este servo de Deus me coloquei na condição de junto com ele de ser um secretário adjunto para divulgação desta associação e acima de tudo ajudar na formação, realizações de novos encontros, aproximação de novos sacerdotes, Bispos, divulgação de livros, fitas, CDs, Criar Site na rede mundial, e também auxiliar os grupos de leigos que oram pela libertação. Eu sou Padre Vagner Baia, estou na comunidade Canção Nova, sou ministeriado em Cura e Libertação, tinha autorização para o exorcismo, estou a mais de 10 anos trabalhando neste Dom Ministerial como Sacerdote e como leigo quase 10 anos, desde 1986, quando fui chamado a orar pelas pessoas que estavam envolvidas no ocultismo, sei que uma gratuidade de Deus, venho de uma família que meu pai tinha um terreiro de Umbanda e estava totalmente envolvido com o ocultismo, participei muito disto, por isso sei do sofrimento que causa isto na vida da pessoa, sei das dificuldades para se libertar, é um sofrimento terrível que as forças malignas provoca na vida das pessoas. Isto foi para mim um grande aprendizado e conhecedor do assunto, porque eu participei de diversas das diversas etapas, não fala do assunto como alguém que leu , mas viveu.

Agora, neste ano de 2007, precisamente em setembro, novamente o Pe Rufus Pereira , esteve aqui no Brasil, na comunidade Canção Nova, hoje ele é o atual presidente da Associação Mundial dos Exorcistas, fez um aprofundamento com os Padres no Brasil, foram mais de 98 padres que participaram deste encontro de formação e oração, nos dia 17, 18 e 19 de setembro. Muitos destes padres aderiram a Associação com membros, este já sendo exorcistas na sua dioceses e outros como padres que Oram por libertação, e já fazem este atendimento em suas paróquias.

Neste encontro, o Pe Rufus Pereira, me convidou para que eu pudesse assumir esta Associação no Brasil, nosso maior objetivo é dar informações aos padres que assumiram esta ministério, que é de uma extrema caridade e compaixão pelos que sofrem com a opressão maligna.

Hoje estou morando no em Cuiabá -Mt Rua Comendador Henrique,41 – Centro CEP 78015-100- Email -padrevagnebaia@gmil.com

Deus nos quer livres de Todo Mal e Jesus veio nos ensinar isto aos discípulos

julho 18, 2009

Este  site….  é  para  ajudar  os  Leigos  a  comprender  o  Exorcismo  e  sua  necessidades….

Diferencia  uma  libertação  ao  Exorcismo  e o  processo  para  a  libertação  total  do homem frente  as  forças  maligna  que a  oprime….

Um Site  que diversos padres  vão  postar  suas  materias com  relação a  libertação, Cura  Interior  e  o Exorcismo…

Fornecer  diversas  Literaturas que vaõ  ajudar  as  pessoas  a  Usar  desta  graça….

Padre Vagner  Baia